PUBLICIDADE
Notícias | Covid-19
'É o fechamento de um ciclo, mas a continuidade de uma luta', afirma superintendente no encerramento do HCMV
Por Iago Almeida | 30/09/2021 - 15:22
Dr. Luiz Carlos durante coletiva na última semana na Prefeitura de Varginha (Foto: Márcio Borges / Varginha Online)
PUBLICIDADE

Estão encerradas oficialmente as atividades do Hospital de Campanha do Município de Varginha (HCMV). Entretanto, segundo o superintendente especial de combate à Covid-19 da cidade, Dr. Luiz Carlos Coelho, "é o fechamento de um ciclo, mas a continuidade de uma luta", afirmou ele durante cerimônia nesta quinta-feira (30), no auditório da Unifal.

Dr. Luiz aproveitou sua fala para demonstrar gratidão a todos os colaboradores que, direta ou indiretamente, atuaram no Hospital de Campanha. Além disso, ele citou jamais imaginar estar comemorando o fechamento de um hospital e lembrou das vítimas da Covid-19 na cidade, prestando um tributo às vidas perdidas. 
"É um momento de um dia emblemático para todos nós. Primeiro de expressar gratidão, à Deus por todas as vezes que a gente pediu iluminação; ao prefeito Vérdi Melo, pessoa que confiou na minha capacidade técnica e emocional de contribuir no momento terrível, momento mais dramático da saúde mundial; à todos os setores da administração, das secretarias, que não mediram esforços para contribuir para todas as demandas ao longo período; ao poder Legislativo, que em todos os momentos foi parceiro também de primeira hora, que soube nos entender, nos ouvir e muito contribuiu; ao gabinete de enfrentamento da Covid-19, composto por um grupo extremamente significativo e representativo de todos os setores da cidade e das organizações civis, militares, de prestadores de serviços, profissionais de saúde, que ao longo desse tempo vêm se reunindo para tomar medidas importantes que tanto influenciaram positivamente no enfrentamento da pandemia. Gratidão também a todos os profissionais da saúde que, de modo verdadeiro e imediato, atenderam ao chamamento para a linha de frente", enfatizou Dr. Luiz Carlos. 
"A gente faz algo que eu nunca pensei em comemorar um dia, o fechamento de um hospital. Algo totalmente inusitado, como tudo tem sido ao longo dessa pandemia. Mas é também um momento em que a gente presta um tributo a todas as vítimas da Covid-19 em Varginha. Em que a gente, apesar da função da necessidade técnica de apresentar dados, estatísticas, gráficos, deixar claro para todos que ninguém nunca foi número pra nós; nós entendemos que são histórias de vidas, de famílias, num momento de muita dor, muito sofrimento e muita ausência ao longo destes 18 meses. Quantas e quantas vezes eu estava lá em cima, na salinha do corredor do refeitório da UPA, ou então aqui na entrada da Unifal, e vendo famílias inteiras, muitas vezes até de joelhos, orando por seus familiares internados, sem poder visitar, ter contato visual e clamando por alguma notícia. Momento de muita dor, mas também momento de muitas vitórias, quando nós vimos as famílias vindo buscar os pacientes, seus parentes, de alta", completou o superintendenne.
Por fim, Dr. Luiz Carlos enfatizou a importância do Hospital de Campanha nos 15 meses que esteve ativo na cidade, disponível não só para Varginha, mas para todas as cidades da Macrorregião Sul. Ele pediu ainda que a população entenda que a pandemia continua como uma luta.
"Foi um hospital que nasceu para ser provisório, mas mesmo assim, nos foi dada a oportunidade funda logística que nós precisávamos para a gente pudesse atender de maneira digna, correta, todos os pré-requisitos e checklists das regiões sanitárias do estado e da Anvisa, proporcionando leitos de alta complexidade de terapia intensiva. Vinte leitos de CTI e 30 de enfermaria, que foram colocados à disposição da Macrorregião Sul. É realmente um momento de gratidão e de prestar esse tributo à todas as vítimas da Covid-19, que até esse momento da pandemia, nos trouxeram tantas histórias e ao mesmo tempo permanecerão eternamente em nossos corações e na nossa história", citou Dr. Luiz.
"Esse fechamento não é o fechamento da pandemia, nós ainda estamos avançando muito nas medidas. Neste momento já temos 155 mil vacinas aplicadas em Varginha, que foi um divisor de águas no enfrentamento da pandemia. É importante que a gente prossiga; esse momento é um fechamento de um ciclo, mas ao mesmo tempo é uma continuidade de uma luta para que a gente realmente atravesse esse restante de momento pandêmico", encerrou o infectologista em sua fala.

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

 

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
Comente a Notícia!
 
PUBLICIDADE
 
Últimas notícias »
Há 54 minutos
Há 7 horas
Há 7 horas
Há 22 horas
Há 23 horas
Há 0 meses
+ MAIS NOTÍCIAS »
PUBLICIDADE

Home | Notícias | Entretenimento | Expediente | Privacidade | Anuncie Aqui

Varginha Online - © 2000-2021


Provedor e Parceiro Oficial
IPHosting