PUBLICIDADE
Notícias | Minas
DER-MG já atendeu mais de 700 ocorrências causadas pelas chuvas nas rodovias estaduais em 2022
Por Agência Minas | 28/01/2022 - 09:46
(Foto: DER-MG / Divulgação)
PUBLICIDADE

Em parceria com a Defesa Civil, Bombeiros, Polícia Militar e prefeituras, trabalho das equipes de manutenção segue ininterrupto

As chuvas que atingiram Minas Gerais na primeira quinzena de janeiro e causaram danos a diversas rodovias estaduais já levaram o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) a atender pelo menos 704 ocorrências. Do total, 263 já foram totalmente resolvidas, 147 foram solucionadas parcialmente e 294 aguardam solução definitiva.  
Em todos os casos, o DER-MG está atuando de forma ininterrupta, seja na execução dos serviços emergenciais necessários, na busca por uma solução definitiva ou no monitoramento do ponto até que seja possível restabelecer totalmente o tráfego. 
Os problemas envolvem o excesso de água infiltrado nos terrenos, o que provocou inúmeras quedas de barreiras, erosões de pistas, aterros e taludes, além de danos em pontes e nos pavimentos de trechos asfaltados e de terra. 
Das 40 Regionais do Departamento, as localizadas em Janaúba e Salinas, no Norte do estado; Jequitinhonha, na região Nordeste; Patos de Minas, no Noroeste, Ponte Nova, na Zona da Mata, e Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, estão entre as que tiveram problemas mais graves na malha rodoviária e que estão demandando mais das equipes nos trabalhos de recuperação. 
“Desde meados de dezembro, quando iniciou o período chuvoso, as equipes do DER-MG trabalham em regime de plantão. Temos hoje cerca de 700 pontos de ocorrências em todo o estado onde nossas equipes atuam e, juntamente com o apoio da Defesa Civil e da Polícia Militar Rodoviária, temos conseguido dar uma resposta rápida para a população. Foi de extrema importância a união do Governo e das Secretarias de Estado que conseguiram liberar, rapidamente, os recursos da ordem de R$ 113 milhões para os reparos necessários nas rodovias estaduais”, declarou o diretor-geral do DER-MG, Robson Santana. 

Em ação

Na MGC-354, km 153, entre Patos de Minas e Presidente Olegário, ocorreram dois rompimentos de aterro e a pista ficou interditada. Após levantamento topográfico, foi iniciada a construção de passagem provisória (variante), onde as equipes ainda trabalham. 
Na mesma região, no trecho que liga Carmo do Paranaíba ao distrito de Quintinos, na LMG-743, o tráfego também está interrompido, entre o km 80 e o 81. A execução da variante para a passagem dos veículos foi iniciada na sexta-feira (21/1). 
Próximo a Ponte Nova, na Zona da Mata, cinco rodovias ficaram totalmente interditadas, mas o tráfego já foi restabelecido em todas elas. Na MG-262, km 47, entre Mariana e Ponte Nova, também na quarta-feira (19/1), o tráfego foi restabelecido por meio de uma variante.  
Já no km 107 da MG-329, no trecho que liga Rio Casca - Ponte Nova, em dois dias de trabalho, as equipes conseguiram liberar o trânsito de veículos, restando, somente, concluir a pavimentação asfáltica. A MG-129, km 162, que faz a ligação entre Ouro Preto e Ouro Branco teve queda de barreira e rompimento de aterro e ficou interditada. Agora, o tráfego flui em meia pista e os serviços definitivos já foram iniciados. 
Em Jequitinhonha, no Norte de Minas, a chuva também fez estragos. Na MG-205, km 91, do entroncamento da MG-105 (Joaíma) para Felisburgo, a água do rio José Ferreira derrubou a cabeceira da ponte e o tráfego ficou interditado. O DER-MG recuperou, de forma provisória, um dos lados do encabeçamento da ponte para os veículos passarem em meia pista e um projeto está sendo feito para refazer o curso do rio e recuperar o acesso às duas pistas da ponte. 
Já na LMG-686, km 3,2, entre Machacalis e Umburatiba, houve rompimento total da pista, devido ao alto volume de água no bueiro triplo existente no local. Com um dia de trabalho foi executado um acesso, em meia pista, o que possibilitou o restabelecimento do tráfego. Os trabalhos definitivos estão em andamento e em 15 dias as duas pistas serão liberadas. 

Recursos para as rodovias 

Na última semana, o Governo do Estado lançou o Plano Recupera Minas, que destinará R$ 603 milhões, em recursos estaduais, para a infraestrutura e suporte a pessoas e cidades afetadas pelos fortes temporais do último período chuvoso. Deste valor, R$ 113 milhões serão aplicados para a desobstrução de vias e recuperação de acessos em estradas e rodovias no estado.

Volume das chuvas 

O número alto de ocorrências nas rodovias estaduais é reflexo do alto índice pluviométrico deste mês. Do dia 1 até o último dia 20/1, os volumes totais de chuva, por exemplo, entre as mesorregiões Noroeste, Central, Metropolitana, Oeste, Sul de Minas, Campo das Vertentes e Zona da Mata, variaram entre 250 e 400 mm, com picos em torno dos 500 mm no Centro/Sul da Metropolitana e adjacências, de acordo com o Sistema de Meteorologia e Recursos Hídricos de Minas Gerais (Simge). 
E, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão do tempo para o restante do mês em Minas indica que as chuvas tendem a ocorrer em forma de pancadas isoladas, como é típico no verão. Inicialmente, não há indícios de configuração de outro episódio da Zona de Convergência do Atlântico Sul (responsável pelo excesso de chuva no início do mês) atuando sobre o estado. 
O DER-MG orienta os motoristas que, em casos de chuvas frequentes e intensas, dirijam de forma cautelosa, com respeito à sinalização e aos limites de velocidade e evitem deslocamentos desnecessários. 

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

 

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
Comente a Notícia!
 
PUBLICIDADE
 
Últimas notícias »
Há 45 minutos
Há 1 horas
Há 2 horas
Há 2 horas
Há 2 horas
Há 2 horas
+ MAIS NOTÍCIAS »
PUBLICIDADE

Home | Notícias | Entretenimento | Expediente | Privacidade | Anuncie Aqui

Varginha Online - © 2000-2021


Provedor e Parceiro Oficial
IPHosting