PUBLICIDADE
Notícias | Cidades

Varginha tem aumento de 459 casos de dengue em 5 dias

Por Thallita Mesquita / Varginha Online | 20/02/2024 - 15:47:55
(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
O Painel de Monitoramento de casos de dengue, disponibilizado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais – SES/MG, registrou um aumento de 459 casos de dengue em um intervalo de 5 dias em Varginha.
Na última quinta-feira (15) o sistema mostrou 758 casos de dengue no município, hoje (20), data da sua última atualização, Varginha já conta com 1.217 casos confirmados
Apesar de constar apenas 2 óbitos em investigação nos dados da SES, a prefeitura já confirmou a investigação de 6 mortes por suspeitas de dengue.
Por conta deste expressivo aumento, a prefeitura vem adotando diversas medidas de contenção à dengue, como a ampliação do uso do fumacê, principalmente nos bairros com maior incidência; a abertura de 2 novos centros de atendimento à dengue, onde serão realizados testes e acompanhamento, juntamente com a policlínica central, primeiro ponto inaugurado.
Além disso, a administração municipal lançou o aplicativo "Conecta Varginha", para que a população ajude na fiscalização e denúncia de focos de dengue.
A Secretaria Municipal de Saúde também anunciou hoje (20) a separação de crianças e adultos, no atendimento à dengue. Crianças de 0 a 12 anos serão atendidas exclusivamente na UPA e no Bom Pastor, demais idades podem procurar um dos 3 centros de atendimento.

Leia mais


Sintomas da dengue

De acordo com o Ministério da Saúde, os sintomas da dengue podem variar de leves a graves e geralmente aparecem de 4 a 10 dias após a picada do mosquito infectado.
  • Febre alta (acima de 38 graus);
  • Dor de cabeça;
  • Dor atrás dos olhos;
  • Dores intensas no corpo e nas articulações;
  • Mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Manchas vermelhas pelo corpo.
Um ponto importante é que a febre alta geralmente é o primeiro sinal de dengue, e tem início abrupto, durando de dois a sete dias. Se não houver febre, dificilmente será dengue.
No caso de algum destes sintomas, procure um médico.

Como prevenir?

O combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor da doença, ainda é a melhor forma de prevenção da dengue e outras arboviroses, como chikungunya e zika. Esse combate envolve políticas públicas, é claro, mas cada um também pode fazer a sua parte ajudando a eliminar criadouros de mosquitos.
  • Certifique-se de que as caixas d’água estejam sempre tampadas;
  • Mantenha as lixeiras bem fechadas;
  • Coloque areia nos vasos de plantas;
  • Deixe garrafas e outros recipientes virados de cabeça para baixo;
  • Retire toda a água dos pneus;
  • Mantenha lonas bem esticadas;
  • Limpe as calhas;
  • Cubra todos os reservatórios de água.
  • Para quem vive em regiões com muitos casos de dengue, é importante ter algumas medidas para proteção individual, como:
  • Vestir calças e blusas com manga comprida;
  • Utilizar mosquiteiros para dormir (principalmente durante o dia, quanto o mosquito é mais ativo);
  • Utilizar telas em portas e janelas;
  • Preferir locais com ar-condicionado, se possível;
  • Usar repelentes;
Em bebês, não é recomendado o uso de repelentes antes dos 2 meses, por isso é preciso reforçar as barreiras físicas (roupas de manga longa e mosquiteiros no berço e no carrinho, por exemplo).

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no Instagram.

 

Receba gratuitamente nossas notícias no seu celular, escolha o aplicativo de sua preferência:

 
PUBLICIDADE
 
Últimas notícias »
Em até 12 vezes
Mortes por dengue
No Sion
Estava com drogas
+ MAIS NOTÍCIAS »

Home | Notícias | Expediente | Política de Privacidade | Anuncie Aqui

Varginha Online - © 2000-2023


Provedor e Parceiro Oficial
IPHosting