PUBLICIDADE

Coluna | BRASILzão
Fábio Brito
fabiobritocritica@gmail.com
O editor e jornalista Fábio Brito é responsável pela edição e publicação de centenas de títulos voltados às realidades do Brasil. Durante anos esteve à frente de selos editoriais importantes e renomados e no presente momento impulsiona, através de consultorias específicas nas áreas editorial e cultural, os selos Bela Vista Cultural e FabioAvilaArtes. A coluna Brasilzão, inicialmente através do Jornal Correio do Sul, de Varginha, foi iniciada em 11 de julho de 2004 e tem contado com a importante parceria do Varginha Online na disponibilização de vivências de Fábio Brito por todo o Território Nacional e por países por onde perambula em suas andanças.
 
Brasil Sensível
24/05/2016
 

São muitas as andanças minhas pelo país onde pratico a mendicância cultural.

Vivo em aeroportos, rodoviárias, estradas de terra, auto-estradas e em céus de brigadeiro ou surfando em nuvens carregadas e voos periclitantes.

Vejo pessoas sorridentes, semblantes aflitos, cilhares perturbados ou curiosos por onde passo.

Abro porteiras, passo por mata-burros, pulo cercas, me abrigo na sombra de árvores frondosas ou degusto um café saboroso em um posto de gasolina e aprecio o burburinho de viajantes apressados e imersos em seus próprios mundos.

- Qual é o seu sonho? - pergunto ao jovem funcionário que passa o dia sentado dentro de pequena cabine de pedágio na rodovia Eurico Gaspar Dutra.

- Meu sonho é conhecer São Paulo, afirma o franzino empregado da concessionária milhardária.

Tomo a cerveja em bar simples onde compenetrados clientes jogam sinuca ou assistem impacientes a um jogo de futebol.

Nos supermercados, em farmácias, nos transportes coletivos, reparo o semblante tenso dos brasileiros incrédulos ao ver a nação ruir e seu garantido emprego tornar-se ficção ou lembrança de um passado outrora estável!

- Antes eu curtia uma balada, me divertia, frequentava restaurantes bons e viajava sempre nos fins de semana...

- Mas a leitura não te faz companhia? A curiosidade não movimenta o teu cérebro? O sentimento de solidariedade não o aproxima dos necessitados? O desvairo político não o revolta?

Converso, troco ideias, descubro talentos aprisionados, mergulho em sonhos e me deixo levar pela natureza nos campos, nos cerrados, nos vôos lusco-fusco dos vaga-lumes que nos levam ao profundo mistério da natureza.

Sinto-me pleno e feliz por estar imerso no Brasilzão.

 

 
Comente o Artigo
 
Últimos artigos deste colunista
09/10/2020
30/09/2020
25/09/2020
28/08/2020
« ver todos
 

Home | Notícias | Entretenimento | Expediente | Privacidade | Anuncie Aqui

Varginha Online - © 2000-2022


Provedor e Parceiro Oficial
IPHosting