PUBLICIDADE

Coluna | Cidadania Reativa
Willes Silva Geaquinto
Psicoterapeuta Holístico, Consultor e Palestrante Motivacional, Escritor - Autor dos livros "Cidadania, O Direito de Ser Feliz” e Autoestima – Afetividade e Transformação Existencial

Interatividade: Os textos desta coluna expressam apenas a opinião do autor sobre os assuntos tratados, caso o leitor discorde de algum ponto ou, até mesmo, queira propor algum tema para futura reflexão, fique a vontade para comentar ou fazer a sua sugestão.

Site: www.viverconsciente.com.br
 
E a fofoca, hein!
21/04/2022
 
Agora vamos falar de fofoca, tá ligado! Você não é fofoqueiro, né? O que? Já fez alguma fofoca, mas, parou. Que bom. Parabéns! O problema é que tem gente que não consegue ficar sem fazer uma fofoca, é o conhecido fofoqueiro contumaz, que a rigor também é um baita mentiroso. 

Existe uma secular discussão entre especialistas de diversos calibres como filósofos, sociólogos, antropólogos, psicólogos, ventríloquos, astrólogos, tarólogos, alguns curiosos e pingósofos de boteco (uma classe de filósofos movidos a álcool), mas, não há um consenso único sobre o perfil do fofoqueiro. Uns dizem que essa figura possui um enorme desvio de caráter ou de personalidade, outros que o fofoqueiro deve ter vindo de uma família disfuncional, onde todos inventavam mentiras sobre todos. Ainda há aqueles que dizem que a fofoca começou na Grécia antiga, principalmente da parte dos sofistas que adoravam um sofisma para denegrir outros filósofos e suas ideias.

Na era dos dinossauros não havia fofoca, já que existia entre eles um costume de comer quem fofocasse, tá ligado? Na bíblia existe muitas histórias de fofoca, a serpente fofocou para que Eva comesse a tal maçã. Caim matou Abel por causa de fofocas. O império romano entrou em decadência devido às fofocas que rolavam o tempo todo, principalmente entre os próprios amigos e parentes do imperador. A célebre frase “até tu Brutus”, proferida por Júlio César ao reconhecer o seu enteado entre os traidores que o mataram, na verdade teria sido dita por causa das fofocas espalhadas por Brutus. O que deu vazão à ideia de que Maria Madalena era prostituta, foi uma fofoca alimentada por Gregório Magno, um papa machista, que de magno não tinha nada. Foi ele que resolveu interpretar os evangelhos ao seu bel prazer. Aliás, o próprio Jesus Cristo foi crucificado, muito baseado em fofocas dos judeus, tá ligado!

Como é possível verificar na história, a fofoca é a mãe das atuais Fake News.  Convenhamos, a fofoca, independentemente da sua origem, é uma praga, e quem a faz é ruim da cabeça e de caráter; não necessariamente nessa ordem. Não importa se a pessoa originou a fofoca ou se a disseminou, no fundo ela tem sérios e profundos problemas existenciais; age de má fé violando a boa ética, o que é imoral. Cada indivíduo é responsável pelo que sai da sua boca, da sua mente, e de todo mal que daí se origina. 

Dizem os religiosos mais radicais que o inferno está cheio de gente bem intencionada. Se isso é verdade eu não sei. Porém, é possível que esteja cheio de fofoqueiros também, tá ligado?      
 
Comente o Artigo
 
Últimos artigos deste colunista
21/04/2022
14/04/2022
07/04/2022
31/03/2022
« ver todos
 

Home | Notícias | Entretenimento | Expediente | Privacidade | Anuncie Aqui

Varginha Online - © 2000-2022


Provedor e Parceiro Oficial
IPHosting